C. J. Mahaney (edit). Mundanismo

Mahaney resenha_postIndicação por Conexão Conselho Bíblico

Os limites entre as condutas cristã e mundana são confusos em sua mente – e principalmente em sua vida? Ou o seu estilo de vida é evidentemente diferente daquele de uma pessoa que não é cristã? Suponhamos que eu esteja fazendo um teste para identificar um autêntico seguidor de Cristo. Minhas escolhas são você e e um indivíduo não regenerado. Recebo dois relatórios que contêm conversas, atividades na internet, maneira de se vestir, listas de músicas no iPod, hábitos televisivos, passatempos, atividades de lazer, transações financeiras, pensamentos, paixões e sonhos. A questão é: Eu seria capaz de diferenciá-los? Conseguiria dizer a diferença entre você e o seu vizinho, colega de trabalho, de escola ou amigo não convertido?

Na sua vida, os limites entre as condutas cristã e mundana se tornaram tão indistinguíveis a ponto de não haver nenhuma diferença? Caso seja difícil detectar a diferença, você pode estar correndo o risco de se desviar, assim como aconteceu com Demas [Demas, amando este mundo, abandonou-me - 2Tm 4.10]. No início do caminho do desertor há um aviso, que é 1 João 215: “Não amem o mundo nem o que nele há”. Este pequeno livro tem o propósito de chamar a atenção para esse aviso.

Com estas palavras, C. J. Mahaney apresenta o livro Mundanismo: como resistir à sedução de um mundo caído.

No primeiro capítulo, Este Versículo Está na sua Bíblia?, Mahaney considera o alerta de 1 João 2.15, mas esclarece que a Bíblia não nos chama para uma separação monástica do mundo. Ele define o mundo que não devemos amar: o sistema organizado da civilização humana, que é ativamente hostil a Deus e alienado de Deus. “Mundanismo, então, é amar este mundo caído, amar os valores e desejos deste mundo, que se opõem a Deus.” Mundanismo não consiste em ações exteriores, embora elas certamente sejam uma evidência de mundanismo, mas é uma atitude do coração que se rebela contra Deus. O antídoto, então, para o mundanismo é a cruz de Cristo. “Só pelo poder da cruz de Cristo podemos efetivamente resistir à sedução do mundo caído.” Embora o livro nos chame a resistir ao mundanismo, ele aponta para um alvo maior:

O que deve consumir nossos pensamentos e sentimentos não é a resistência ao mundanismo, mas sim a glória e graça do Senhor reveladas na cruz. Com certeza, devemos levar a sério o pecado do mundanismo, e é por isso que escrevemos este livro. Mas a erradicação não é um propósito por si só. Resistir ao mundanismo é absolutamente vital, mas não é o que realmente importa. Jesus Cristo é o que realmente importa. Devemos lutar contra o mundanismo porque enfraquece nosso amor por Cristo e desvia nossa atenção de Cristo. O mundanismo é tão sério porque Cristo é tão glorioso.

Os capítulos subsequentes tratam de diferentes temas, normalmente difíceis de abordar, em busca de alertar para o perigo do mundanismo sem cair no legalismo:  Deus, meu coração e a mídia, por Craig Cabaniss, Deus, meu coração e a música, por Bob Kauflin, Deus, meu coração e as coisas, por Dave Harvey, Deus, meu coração e as roupas, por C. J. Mahaney. Devemos ser sabiamente seletivos – esta é a mensagem transmitida. Cada ensino e ilustração tem por propósito chamar o cristão ao discernimento bíblico e ao cumprimento de seu alvo de exaltar a glória de Deus e a cruz de Cristo.

Jeff Purswell conclui com Como amar o mundo e mostra de forma positiva como os cristãos devem viver com fidelidade na era presente e se relacionar com o mundo.

O prefácio, escrito por John Piper, e o primeiro capítulo, escrito por C. J. Mahaney, estão disponíveis na versão original para leitura e impressão no site de Sovereign Grace.

Ficha Técnica
Autor: C. J. Mahaney – editor
Título:  Mundanismo: como resistir à sedução de um mundo caído
Título original: Wordliness:  resisting the seduction of a fallen world
Editora: Tempo de Colheita
156 páginas
Data de publicação: 2010

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s