Estude a Palavra buscando mais do que palavras

Uma resposta de Jerry Seinfeld, humorista e ator de um seriado de sucesso na televisão americana, inspirou David Mathis a escrever sobre a importância da ingestão diária da Bíblia. Aprenda com Jerry Seinfeld – é a ideia de Mathis. A ingestão diária de Bíblia é uma questão de sobrevivência da alma. David Mathis escreveu para seminaristas, na série How to Stay Christian in Seminary [Como Permanecer Cristão no Seminário] publicada no blog do ministério Desiring God,  mas suas palavras são valiosas para todos os cristãos.

Quando Seinfeld, seu seriado de estrondoso sucesso, chegou ao fim, Jerry Seinfeld participou de um programa de alcance nacional chamado Vou Falar Pela Última Vez. No final, houve uma seção de perguntas e respostas, durante a qual um fã fervoroso gritou: “Você tem um episódio favorito?”. Seinfeld respondeu:

[...] Para o comediante, fazer comédia é uma questão de sobrevivência. É como se eu lhe perguntasse: “Qual sua respirada favorita?”. Você diria: “Qualquer uma que me conduza à seguinte”.

Essa forma de pensar está entre as ideias que devem ser abraçadas sabiamente, entre outras, tanto por um aluno de seminário como por qualquer cristão. Ter respirado fundo há uma hora não terá muito valor a não ser que você ainda esteja respirando. Uma ótima refeição feita há um mês não lhe fará muito bem se você não comeu mais nada desde então. Para o cristão saudável, deleitar-se em Deus alimentando-se de Sua Palavra não é um acontecimento anual, mensal, nem mesmo semanal, mas diário.

Mantenha a alma viva

Há mais coisas a dizer sobre o estudo em um seminário e o todo da vida cristã do que simplesmente a necessidade de se buscar diariamente a sobrevivência da alma nas Escrituras, mas essa necessidade não deve ser ignorada. Um título em teologia, que de outra forma poderia ser significativo, será totalmente inexpressivo se sua alma tiver secado no decorrer dos estudos.

Como cristãos, a ingestão diária da Bíblia é para nossa alma o mesmo que respirar, comer e beber são para nosso corpo físico. Como disse a própria Palavra encarnada, citando Deuteronômio 8.3, “Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (Mt 4.4). Nossa alma morre sem a Palavra de Deus. Assim como Seinfeld fala sobre os comediantes, os seminaristas também deveriam estar em “uma questão de sobrevivência”—pelo menos nesse sentido.

Torne os estudos devocionais

Em primeiro lugar, faça dos seus estudos algo devocional. Ore pedindo a ajuda de Deus antes e durante as aulas, antes e enquanto estuda, digita um trabalho ou faz uma prova. Consagre continuamente seus estudos a Jesus, e peça que Ele Se encontre com você de forma nova a cada estudo, que Ele faça com que seu sangue espiritual continue fluindo e mantenha você sensível à Sua graça.

É importante que cada cristão, e talvez um aluno de seminário de forma especial, nunca se aproxime das Escrituras com nada menos do que uma abordagem devocional. Qualquer que seja a tarefa, busque intencionalmente crescer e aquecer sua alma. Não existe um “ponto morto espiritual” quando manuseamos a Bíblia. Ou nós sobrevivemos ou secamos. Não repita a lição que muitos já aprenderam sobre o custo de brincar com coisas santas.

Separe tempo para as devoções diárias

Faça o possível e o impossível para tornar seus estudos devocionais. Em segundo lugar, separe no mínimo um breve tempo (diário, o quanto possível) para se concentrar somente em alimentar a própria alma. Vá a um trecho das Escrituras (talvez usando um plano para a leitura da Bíblia) que você não esteja estudando para dar uma aula, fazer uma prova ou preparar um sermão, e ingira lentamente uma pequena quantidade, apenas para a sobrevivência da sua própria alma – saiba que as migalhas de tais refeições inevitavelmente abençoarão aqueles a quem você ministra, mas não tenha como foco explícito de seu estudo o ministério futuro (ou o seu ministério atual como estagiário). O alvo é o fortalecimento e sustento diários da sua própria alma.

Com frequência, é útil lembrar aos alunos de seminário que não leiam meramente em busca de informação. Busquem uma percepção espiritual do Cristo vivo. Não tenha vergonha de estar sempre em busca de Jesus, da satisfação da alma nAquele que excede versículos e doutrinas com uma pessoa, o Deus-homem, em vez de se limitar a conceitos e ideias.

Nesse tempo explicitamente “devocional”, disponha-se a desfrutar explicitamente de Jesus nas Escrituras como o grande fim, e não como um meio para qualquer outra coisa, seja um compromisso acadêmico ou algum tipo de ministério a outras pessoas.

Mais do que palavras

E não esqueça que ter um tempo diário de “hora silenciosa” ou “devocional,” sem comunhão com Jesus, não manterá sua alma viva. A simples leitura e o estudo também não o farão. Novas informações sobre Deus – ainda que seja algo glorioso – não farão com que nosso coração continue receptivo e nossa alma continue a respirar. Nós precisamos da pessoa do próprio Jesus que encontramos nas Escrituras e por meio delas. Nossa alma anseia por uma conexão viva com o Deus-homem que vive. Nós fomos feitos para isso.

Nós nunca podemos nos dar ao luxo de nos acomodarmos com nada menos do que as palavras da Bíblia. Mas por mais extremo que isso possa parecer, nossa alma precisa de mais do que palavras, mais do que fatos, mais do que estudos e novos conhecimentos intelectuais. Nós precisamos da própria Palavra. Nossa alma precisa de Jesus para sobreviver. E por enquanto, a absorção devocional das Escrituras é um lugar essencial onde encontrá-lO.

_________________
Fonte: Desinrig God
Original: Study the Word for More Than Words
David Mathis trabalha em Desiring God e Bethlehem Baptist Church como assistente executivo do ministério pastoral de John Piper.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s