Como organizar e manter sua biblioteca de pesquisa e estudo

Livros, artigos e mídias, e mais todos os arquivos digitais que você produz, recebe de outras pessoas ou encontra na internet, acumulam-se facilmente e precisam de organização para não “desaparecerem” naquela hora em que você mais quer encontrá-los. As orientações que reunimos aqui são especialmente para aquelas pessoas que lidam no dia a dia com uma diversidade de recursos para pesquisa e estudo, para edificação pessoal e para influenciar vidas pelo ensino, discipulado, aconselhamento. Se o acervo for de uso público, é recomendável receber a ajuda de um profissional para estabelecer as políticas de formação e uso do acervo, e coordenar o trabalho: aqui você encontra orientações gerais se for este o seu caso.

Gerenciar a sua biblioteca requer algum trabalho, dependendo da quantidade de itens, mas vale a pena ter tudo organizado e facilmente localizável na hora de usar. A organização requer também certa criatividade, pois se a biblioteca é de uso particular, você está livre para escolher o sistema que melhor atende à sua necessidade e o agrada tanto para a disposição nas prateleiras como para as pastas no computador. Você pode separar e identificar os itens por assunto, autor ou idioma, colocá-los em ordem alfabética ou combinar mais de um desses métodos. As possibilidades são diversas.

 1. Examine o acervo da sua biblioteca

O primeiro passo é examinar cada item que você possui e decidir se você quer mantê-lo em sua biblioteca. Lembre-se de que alguém que possui 500 recursos excelentes e bem organizados para o uso está melhor equipado do que alguém que possui 5 mil recursos medíocres e desorganizados. Não guarde materiais que você já sabe que não têm utilidade. Eles só acumulam poeira na estante, ou ocupam espaço no computador, e dão trabalho desnecessário. Os livros e as mídias que você descartar podem ser úteis a outras pessoas. Pense na possibilidade de doá-los a alguém que tenha interesse em aproveitá-los.

 2. Separe os itens por tipo de material

Separe o acervo da sua biblioteca, tanto impresso como eletrônico, de acordo com o tipo de material.
Impressos: livros, revistas, textos e mídias.
Eletrônicos: PDFs, áudios, vídeos, e-books, imagens, apresentações.

 3.  Agrupe e ordene os itens por assunto e autor

Dentro de cada tipo de material, agrupe os itens que tratam do mesmo assunto. Você precisa definir inicialmente as grandes áreas, à sua escolha. Por exemplo, pode usar Bíblia, Teologia, Discipulado-Aconselhamento, ou ainda outras dependendo do conteúdo do seu acervo. Os itens da área “Bíblia” podem ser separados em subgrupos por livro da Bíblia.

O agrupamento por grandes áreas do conhecimento, combinado com a ordenação por autor, costuma ser a forma de arranjo mais usada para coleções pessoais, mas você pode escolher outro critério que vá ao encontro do uso que você faz dos materiais. As possibilidades são inúmeras. Como se trata da sua coleção pessoal, o arranjo de sua preferência é sempre o “mais certo” desde que ele permita localizar os itens, retirar e devolver da prateleira com rapidez no caso de itens impressos, e inserir itens novos em meio aos já existentes sem perder a ordem lógica escolhida.

quadro44. Escolha um sistema para identificar os itens que ficam na estante e manter sua ordenação

É possível encontrar recursos de boa qualidade na internet, liberados para que sejam baixados legalmente para seu computador. Todos os recursos armazenados no computador devem estar organizados em pastas. Nunca os deixe na área de trabalho ou espalhados aleatoriamente no computador em meio aos seus documentos ativos de trabalho ou quaisquer outros documentos arquivados, mas que não pertençam à sua coleção para estudo e pesquisa.

Sugerimos que a divisão principal seja por tipo de recurso: textos, áudios, vídeos, e-books, slides. Recomendamos que você mantenha backup em serviços on-line de todos os seus recursos para evitar perdas, e também porque estes serviços facilitam o acesso a partir de aparelhos móveis. É possível que você distribua o seu acervo em mais de um serviço de armazenamento on-line, especialmente se você não desejar pagar por espaço extra, e por isso sugerimos que você os divida por tipo de recurso. Existe uma variedade de serviços e planos de armazenamento, bem como de aplicativos para e-books, que você deve avaliar e escolher.

Se o número de documentos for grande, e você quiser facilitar a pesquisa direta na estrutura de pastas, você pode usar algumas subpastas. Ao dar um nome para identificar cada documento, procure ser constante no formato, dando preferência à sequência “Autor_Titulo”.  Para mais detalhes, consulte Como organizar seu material de pesquisa e estudo no computador.

quadro410. Mantenha a limpeza dos livros

● Para prolongar a vida útil dos livros, é preciso mantê-lo livres de poeira e de insetos. Faça uma limpeza periódica do ambiente, das estantes e dos próprios livros.
● Retire todos os livros da estante, mas não todas as prateleiras de uma só vez, pois seria mais trabalhoso recolocá-los na ordem certa. Faça a limpeza de uma prateleira por vez e empilhe os livros na ordem de retirada. Comece a limpeza pela prateleira mais alta.
● Limpe a estante com um pano úmido, mas quase seco e, em seguida, passe um pano seco. Evite passar lustra-móveis, já que os resíduos podem infiltrar no papel.
● Tire o pó dos cortes laterais de cada livro com uma trincha macia tendo o cuidado de segurar o volume bem fechado para que o pó não infiltre nem aconteçam rasgos nas páginas.
● Se os cortes estiverem muito sujos ou com marcas deixadas por insetos pode-se fazer a limpeza com uma lixa fina, em movimentos suaves ao longo do corte. Proteja a capa do atrito da lixa inserindo uma folha de papel como uma orelha entre a beirada da capa e o corte ou miolo do volume.
● Passe um pano seco na capa. Nada de pano úmido nem qualquer tipo de material de limpeza.
● Antes de repor os livros na prateleira, folheie rápida, mas cuidadosamente para arejar. O virar das páginas oxigena o material e impede a acumulação de microrganismos que atacam o papel.

Textos e sites especializados no cuidado com os livros:
Robert J. Milevsky. Manual de pequenos reparos em livros
Conservação Preventiva em Bibliotecas e Arquivos
Como Fazer Conservação Preventiva
Restauração de livros

quadro511. Desenvolva sua biblioteca

Não tenha pressa. Sua biblioteca pode ser formada aos poucos. Para a aquisição de livros, verifique as sugestões em Bibliografias. Para se manter atualizado e escolher a melhores aquisições, assine um dos  serviços de alerta de editoras e de sites e blogues nos temas de seu interesse – e-mail, RSS, Twitter, Facebook. Várias editora, por ocasião do lançamento de um livro, criam um “hotsite” onde permitem ler partes do livro. Tenha sempre uma lista de livros que você deseja adquirir. É bem possível que você não possa comprar todas as novidades publicadas, mas pode ler resenhas, e ainda indicar itens para a compra na biblioteca de sua igreja ou ministério.

Mesmo sem poder investir muito na compra de novos itens, você pode coletar um bom material para edificação e estudo. Confira os sites de ministérios que disponibilizam recursos e permitem download de material nos temas de Bíblia e teologia. Monte sua biblioteca de PDFs, e-books, vídeos e áudios.

quadro612. Monitore os empréstimos

Nunca esqueça de registrar os empréstimos feitos a outras pessoas. Em lugar de anotações avulsas, é bom que o registro seja feito no próprio programa que você utiliza para catalogar a sua biblioteca.

…………
…………….
Dicas caso você precise de orientações para uma biblioteca na sua igreja ou ministério
crem_pagbiblioteca