Planejamento e administração do tempo: versículos selecionados


Devemos avaliar o uso que fazemos do tempo
Sl 90.12 — Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio.
Ef 5.15-17 — Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor.
Rm 14.12 — Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus.

Devemos fazer planos para usar bem o tempo
Pv 6.6-8 — Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos e sê sábio. Não tendo ela chefe, nem oficial, nem comandante, no estio, prepara o seu pão, na sega, ajunta o seu mantimento.
Pv 21.5 — Os planos do diligente tendem à abundância, mas a pressa excessiva, à pobreza.
Ec 3.1 — Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.

Devemos fazer planos de uso do tempo em submissão a Deus
Pv 16.9 — O coração do homem traça o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos.
Pv 27.1 — Não te glories do dia de amanhã, porque não sabes o que trará à luz.
2Co 5.15 — E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.
Tg 4.13-15 — Atendei, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros. Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa. Em vez disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo.

Devemos fazer planos de uso do tempo para glorificar a Deus
Jo 5.36 — Porque as obras que o Pai me confiou para que eu as realizasse, essas que eu faço testemunham a meu respeito de que o Pai me enviou.
Jo 17.4 — Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer.