O papel dos pais no aconselhamento de adolescentes

Ellen Castillo O desespero de um pai "Por favor, dê um jeito no meu filho!" Talvez os pais não articulem seu desespero exatamente dessa maneira, mas esse é o apelo que muitas vezes está nas entrelinhas quando procuram aconselhamento para seu filho adolescente. É fácil entender esse desespero. Quer você seja ou não pai de um … Continuar lendo O papel dos pais no aconselhamento de adolescentes

Conselhos para os cuidadores

Para quem cuida de um familiar idoso, ou de alguém com uma doença crônica, o artigo de Michael Emlet Ajuda aos ajudadores oferece orientações preciosas com base em verdades bíblicas. Os detalhes podem variar de um caso para outro, de acordo com as condições físicas e mentais da pessoa de quem você cuida, mas os princípios … Continuar lendo Conselhos para os cuidadores

20 perguntas para avaliar o quanto você está preparado para aconselhar

Para ser um bom conselheiro, você precisa estar bem preparado.  Jeremy Lelek, em artigo publicado pela Biblical Counseling Coalition, ajuda-nos a identificar algumas das áreas em que precisamos crescer para cumprir a tarefa que Deus  confiou e sermos aprovados por Ele. _______________ Nosso chamado como conselheiros bíblicos O aconselhamento bíblico que honra a Deus requer uma avaliação … Continuar lendo 20 perguntas para avaliar o quanto você está preparado para aconselhar

Como aconselhar a criança adotada

É grande o número de famílias adotivas acolhedoras e amorosas que têm perguntas sobre como lidar com a bagagem que as crianças receberam antes de entrar para a família e com os problemas que elas costumam apresentar.   No artigo Como aconselhar a criança adotada, Julie Lowe, conselheira bíblica e mãe de filhos adotivos, destaca três … Continuar lendo Como aconselhar a criança adotada

Psicologia, psiquiatria e Bíblia: algumas perguntas e respostas

Um sumário dos posts da série Psicologia e Bíblia, levantando as perguntas mais frequentes sobre onde encontrar os recursos para lidar de maneira efetiva com os problemas da vida.  Parte 1 - Psicologia, psiquiatria e Bíblia: possíveis cúmplices? •• A Palavra de Deus é eficaz para o aconselhamento tanto quanto para a pregação ou evangelização? Parte 2 - Psicologia, … Continuar lendo Psicologia, psiquiatria e Bíblia: algumas perguntas e respostas

Psicologia, psiquiatria e Bíblia: lidando com os problemas que a Bíblia não menciona – Parte 6

Como cristãos, afirmamos crer que a Bíblia é a Palavra de Deus, nossa “regra de fé e conduta”. Ao nosso redor, porém, crescem as vozes que nos dizem que os problemas profundos da alma e os problemas mais complexos do comportamento humano precisam de “algo mais” para serem entendidos e curados. Bíblia e psicologia competem … Continuar lendo Psicologia, psiquiatria e Bíblia: lidando com os problemas que a Bíblia não menciona – Parte 6

Psicologia, psiquiatria e Bíblia: lidando com a dor da alma – Parte 5

Como cristãos, afirmamos crer que a Bíblia é a Palavra de Deus, nossa “regra de fé e conduta”. Ao nosso redor, porém, crescem as vozes que nos dizem que os problemas profundos da alma e os problemas mais complexos do comportamento humano precisam de “algo mais” para serem entendidos e curados. Bíblia e psicologia Bíblia … Continuar lendo Psicologia, psiquiatria e Bíblia: lidando com a dor da alma – Parte 5

Psicologia, psiquiatria e Bíblia: expondo as motivações e explicando o comportamento – Parte 4

Como cristãos, afirmamos crer que a Bíblia é a Palavra de Deus, nossa “regra de fé e conduta”. Ao nosso redor, porém, crescem as vozes que nos dizem que os problemas profundos da alma e os problemas mais complexos do comportamento humano precisam de “algo mais” para serem entendidos e curados. Bíblia e psicologia Bíblia … Continuar lendo Psicologia, psiquiatria e Bíblia: expondo as motivações e explicando o comportamento – Parte 4

Psicologia, psiquiatria e Bíblia: uma possível interação? – Parte 3

Como cristãos, afirmamos crer que a Bíblia é a Palavra de Deus, nossa “regra de fé e conduta”. Ao nosso redor, porém, crescem as vozes que nos dizem que os problemas profundos da alma e os problemas mais complexos do comportamento humano precisam de “algo mais” para serem entendidos e curados. Bíblia e psicologia excluem-se … Continuar lendo Psicologia, psiquiatria e Bíblia: uma possível interação? – Parte 3

Psicologia, psiquiatria e Bíblia: diferentes campos de atuação? – Parte 2

Como cristãos, afirmamos crer que a Bíblia é a Palavra de Deus, nossa “regra de fé e conduta”. Ao nosso redor, porém, crescem as vozes que nos dizem que os problemas profundos da alma e os problemas mais complexos do comportamento humano precisam de “algo mais” para serem entendidos e curados. Bíblia e psicologia excluem-se … Continuar lendo Psicologia, psiquiatria e Bíblia: diferentes campos de atuação? – Parte 2

Psicologia, psiquiatria e Bíblia: possíveis cúmplices? – Parte 1

Como cristãos, afirmamos crer que a Bíblia é a Palavra de Deus, nossa “regra de fé e conduta”. Ao nosso redor, porém, crescem as vozes que nos dizem que os problemas profundos da alma e os problemas mais complexos do comportamento humano precisam de “algo mais” para serem entendidos e curados. Bíblia e psicologia excluem-se … Continuar lendo Psicologia, psiquiatria e Bíblia: possíveis cúmplices? – Parte 1

O conselheiro “agradável”

Gostamos de conversar com pessoas agradáveis. Mais ainda, queremos ser pessoas agradáveis, conselheiros agradáveis. No entanto, ser uma pessoa “agradável” não significa necessariamente ser uma pessoa que cultiva um relacionamento vital com Cristo. Edward Welch levanta um alerta para o conselheiro bíblico: você pode parecer paciente e bondoso, mas verifique se isso se deve a traços pessoais … Continuar lendo O conselheiro “agradável”

Não seja tão rápido em citar versículos bíblicos para seus amigos

Josh Blount Será que existe alguma ocasião para você não citar um versículo bíblico? Imagine este cenário. Domingo, após o culto, um amigo aproxima-se de você pedindo para conversar. Ele está com dificuldades em seu casamento. No emprego, um projeto está exigindo horas extras e, em casa, as crianças estão com um pique de energia que deixa sua esposa maluca. O … Continuar lendo Não seja tão rápido em citar versículos bíblicos para seus amigos

Quem disse que a medicina e a medicação são desprezíveis?

Heath Lambert Aconselhamento e medicação Os conselheiros que se identificam com o aconselhamento bíblico tcostumam ser vistos como pessoas contrárias ao uso de medicamentos psiquiátricos. Visto que a próxima conferência anual da Association of Certified Biblical Counselors (ACBC) tem como tema a doença mental, temos escrito vários artigos sobre medicação e doença mental ao longo do ano … Continuar lendo Quem disse que a medicina e a medicação são desprezíveis?

Reflexões cristãs sobre a doença mental

Heath Lambert No mundo inteiro, milhões de pessoas lutam com a dor de um diagnóstico de doença mental. Sou um conselheiro bíblico e tenho caminhado com muitas pessoas na jornada árdua e escura em busca de respostas para esses problemas. Da distimia ao transtorno do pânico, existem na experiência humana poucas dificuldades que provocam tanta … Continuar lendo Reflexões cristãs sobre a doença mental

E o que você tem feito para mudar?

Julie Ganschow Um dos desafios do aconselhamento bíblico é ajudar o aconselhado a desenvolver um plano de ação para a mudança.  É muito comum uma aconselhada me dizer que ela tem “orado” e “decorado versículos”, ou que ela tem “tentado” fazer uma coisa ou outra com respeito a algum pecado específico que ela precisa vencer. … Continuar lendo E o que você tem feito para mudar?

O “psicológico” existe?

Edward Welch Os ingredientes do psicológico certamente existem. Eles estão entre os aspectos mais importantes e interessantes da nossa vida interior, que inclui padrões de pensamento, personalidade, emoções e motivações pessoais. Mas o reservatório conceitual que os reúne – o psicológico – seria de fato uma categoria real e útil, ou desnecessária e inútil para a compreensão do ser … Continuar lendo O “psicológico” existe?

Convicções para aconselhar

Costumamos esperar um bom grau de preparo bíblico-teológico de nossos pastores. Eles devem não só conhecer o conteúdo da Bíblia, mas queremos que sejam habilidosos na hermenêutica e na exegese para interpretá-la com precisão e aplicá-la, e que tenham preparo em teologia bíblica e sistemática. Queremos ter certeza também de que eles têm convicções firmes quanto ao … Continuar lendo Convicções para aconselhar

Capacitação para o discipulado e aconselhamento bíblico

Biblical Counseling and Discipleship Association of Southern California é uma organização voltada para servir igrejas no preparo de cristãos capacitados para ministrar no discipulado e aconselhamento bíblico. Ela atua em parceria com o departamento de aconselhamento bíblico de The Master’s College, na Califórnia e disponibiliza para acesso gratuito aulas em inglês e espanhol. Discipulado, santificação … Continuar lendo Capacitação para o discipulado e aconselhamento bíblico

Terapia cognitivo-comportamental e renovação bíblica mente/coração

Robert Kellemen A terapia cognitivo-comportamental equivale à renovação bíblica da mente/coração?  (Romanos 12.1, 2; Efésios 4.22-24; Colossenses 3.1-10)  Minha resposta imediata é: "De jeito nenhum".  Vou desenvolver uma resposta mais extensa logo adiante. Nos últimos três dias, compartilhei três posts sobre depressão, medicamentos e aconselhamento: aqui, aqui e aqui [posts originais em inglês].  Eles são parte da uma interação com … Continuar lendo Terapia cognitivo-comportamental e renovação bíblica mente/coração

Os conselheiros também precisam de esperança

Ken Long A esperança é essencial no processo de aconselhamento. Em poucas palavras, o aconselhamento bíblico poderia ser apresentado como o processo de dar esperança e ajuda das Escrituras para influenciar uma mudança que glorifica a Deus. Normalmente, pensamos no conselheiro que dá esperança ao aconselhado a partir das Escrituras. Mas o que dizer sobre … Continuar lendo Os conselheiros também precisam de esperança

Edite o seu aconselhamento

Edward Welch Enviei ao editor um capítulo de um livro. Ele sugeriu que eu deveria me esforçar para ficar entre oito a dez mil palavras. Depois que enviei meu trabalho, a editora impôs sua autoridade e determinou que todos os capítulos deveriam ter cinco mil palavras ou menos. Trabalhei para fazer os cortes, mas ainda … Continuar lendo Edite o seu aconselhamento

O que é aconselhamento bíblico

Ao longo dos séculos, os cristãos se relacionaram uns com os outros e juntos lidaram com os problemas do cotidiano de acordo com a Bíblia − praticaram o aconselhamento bíblico. Quando os cristãos de hoje − pastores, líderes, pais, amigos e amigas ou colegas − têm diante de si o desafio de ajudarem uns aos … Continuar lendo O que é aconselhamento bíblico

Cosmovisão cristã aplicada à psicologia

Por ocasião de sua visita ao Brasil em agosto de 2011, David Powlison participou do programa Academia em Debate, da TV Mackenzie, entrevistado por Augustus Nicodemus Lopes. A entrevista destaca a possibilidade e a necessidade de uma cosmovisão cristã por detrás do tratamento das dificuldades e do sofrimento do ser humano. = = == = … Continuar lendo Cosmovisão cristã aplicada à psicologia

Aconselhamento bíblico: seis etapas rumo ao futuro

David Powlison Devemos ser bons no aconselhamento − gentis, habilidosos, atentos. Devemos fazer o melhor − de forma cuidadosa, proveitosa, prática. Com demasiada frequência, porém, temos sido medíocres e tolos, rígidos ou ineptos. A resposta pronta, o julgamento instantâneo, o estilo rápido e a solução fácil caracterizam-nos  muitas vezes. Onde está a paciência bondosa? Onde está a preocupação de sondar … Continuar lendo Aconselhamento bíblico: seis etapas rumo ao futuro

As perguntas que você não sabe responder

Rob Green "Como você lida humildemente, e sem abalar a confiança do aconselhando em seu ministério, com uma situação em que você se vê diante de um problema para o qual não conhece a resposta?" Esta é uma ótima pergunta. Ela é uma ótima pergunta porque expressa a tensão que os conselheiros enfrentam. Por um lado, … Continuar lendo As perguntas que você não sabe responder

Tudo posso. Tudo o quê?!

Nathan Buzenitz, professor de teologia no The Master's Seminary, na Califórnia, faz uma breve consideração sobre um dos versículos mais conhecidos e citados do Novo Testamento. Trata-se de um texto bíblico muito usado no ministério de aconselhamento e na literatura dirigida à vida cristã. É provável que você já o tenha lido e decorado, e … Continuar lendo Tudo posso. Tudo o quê?!

Lições de um conselheiro bíblico veterano

Dias atrás, publicamos uma entrevista com Robert Kellemen, conduzida pela Biblical Counseling Coalition como parte da série que reúne testemunhos de conselheiros bíblicos sobre seu aprendizado ao longo dos anos de ministério. O entrevistado de hoje é Dr. Robert Smith, médico que atua no ministério de aconselhamento bíblico há mais de quarenta anos. Ainda estou … Continuar lendo Lições de um conselheiro bíblico veterano

Pergunta crucial

Tabletalk Magazine, uma publicação de Ligonier Ministries, entrevistou Paul Tripp sobre seu ministério e sua perspectiva a respeito do aconselhamento bíblico. Destacamos aqui uma das perguntas. O restante da entrevista pode ser acessado em Living in Light of the Gospel: An Interview with Paul David Tripp. Tabletalk : Os cristãos podem aprender alguma coisa com … Continuar lendo Pergunta crucial

Lições de um conselheiro bíblico

Bob Kellemen compartilha com a Biblical Counseling Coalition cinco lições que fazem parte de seu aprendizado ao longo de trinta anos de ministério. Tenho aprendido que aconselhamento bíblico é sobre as Escrituras e o coração. Se existe um versículo que capta os batimentos cardíacos do meu ministério de aconselhamento bíblico, depois de três décadas, é 1Tessalonicenses 2.8: … Continuar lendo Lições de um conselheiro bíblico

Responsável ou preocupado?

Rick Thomas Paul Tripp nos ensinou a identificar duas esferas: a esfera da responsabilidade e a da preocupação. A esfera da responsabilidade é bem menor que a esfera da preocupação. Eu sou responsável por algumas poucas coisas enquanto posso estar preocupado com muitas outras.[1] Quando procuro ajudar alguém, uma coisa é sentir-me responsável por mudanças na vida da pessoa e outra totalmente … Continuar lendo Responsável ou preocupado?

Nossa união com Cristo, o poder verdadeiro para mudar

Rob Green Você já atuou como um personal trainer no seu ministério de aconselhamento? Você sabe o que isso quer dizer. É "três verdades para isto", "dois princípios para aquilo" e "cinco maneiras para fazer aquilo outro”...  Em outras palavras, a Bíblia torna-se um simples conjunto de princípios a seguir. Quando isso acontece, você passa a pensar … Continuar lendo Nossa união com Cristo, o poder verdadeiro para mudar

A depressão em adolescentes e as redes sociais

Mark Kelly Fiquei intrigado, recentemente, quando li o artigo Facebook Depression seen as new risk for teens em CBS News. Eu havia acabado de ler The Next Story, de Tim Challies, e já estava sensibilizado no que diz respeito ao potencial da mídia social para causar prejuízos na vida dos jovens. Alguns destaques do artigo de CBS … Continuar lendo A depressão em adolescentes e as redes sociais

“Vou desenhar para você…”

O valor de uma ilustração é ajudar seu discípulo ou aconselhado a reter uma verdade bíblica e a entender como aplicá-la de maneira prática na vida diária. Em Let me draw you a picture…of a marriage in trouble, Rick Thomas incentiva os discipuladores e conselheiros bíblicos a lançarem mão de recursos gráficos e da tecnologia − … Continuar lendo “Vou desenhar para você…”

Aconselhamento bíblico: juntos para fazer mais

Durante o ano de 2010, alguns pastores, conselheiros bíblicos e educadores cristãos juntaram-se para orar e discutir se seria o momento oportuno de criar uma coligação de organizações, líderes e participantes do movimento de aconselhamento bíblico nos Estados Unidos para fortalecer as igrejas, as organizações paraeclesiásticas e as instituições de ensino, promovendo a excelência e … Continuar lendo Aconselhamento bíblico: juntos para fazer mais

O futuro do aconselhamento bíblico: sonhando uma dúzia de sonhos

Robert W. Kellemen RPM Ministries Tradução de The Future of Biblical Counseling: dreaming a dozen dreams e publicação com permissão do autor. O que faz o aconselhamento bíblico ser bíblico? Quando falo em várias partes do País sobre aconselhamento bíblico, algumas vezes as pessoas me perguntam: "Quando você diz 'aconselhamento bíblico’, você não está querendo dizer__________, … Continuar lendo O futuro do aconselhamento bíblico: sonhando uma dúzia de sonhos

TER ou SER?

À medida que nossa sociedade cresceu em complexidade, o trabalho dos especialistas ganhou espaço. Quando se menciona o aconselhamento bíblico nas igrejas locais e nas escolas teológicas, uma ideia bastante comum é pensar em uma especialização a que alguns irão se dedicar. Não é habitual pensar na formação e atuação do pastor-conselheiro, do missionário-conselheiro, do … Continuar lendo TER ou SER?

Nunca leia um versículo da Bíblia

No artigo Never Read a Bible Verse, Koukl Gregory oferece um conselho muito prático e relevante para todos os cristãos, e de extrema importância para os discipuladores e conselheiros bíblicos. Se eu fosse pensar em transmitir a você uma pitada de sabedoria, uma regra de ouro, uma habilidade única ou uma dica útil que pudesse … Continuar lendo Nunca leia um versículo da Bíblia

Aconselhamento centrado no Evangelho: vale a pena

Aconselhar biblicamente requer esforço e compromisso. Rob Green oferece palavras de incentivo para que cultivemos o aconselhamento centrado no Evangelho como parte essencial do nosso ministério. Confira as cinco razões que ele destaca. Razão n. 1: É uma oportunidade para ministrar o Evangelho de forma pessoal - As pessoas precisam do Senhor. Aqueles que já … Continuar lendo Aconselhamento centrado no Evangelho: vale a pena

Sou um conselheiro. Teologia e exegese?! Isso não é comigo, certo?

Certo?! Errado! Você descobrirá a resposta certa ao ver ou ouvir a mensagem O Risco da Superficialidade Teológica, um alerta para a necessidade de um preparo bíblico-teológico profundo e com manutenção constante. Dr. Carlos Osvaldo Pinto não fala aos "profissionais da teologia", mas a um grupo que certamente inclui aqueles que se dedicam ao ministério de investir … Continuar lendo Sou um conselheiro. Teologia e exegese?! Isso não é comigo, certo?

Discipulado e aconselhamento bíblico: três perspectivas

Como definir o aconselhamento bíblico? O cumprimento da Grande Comissão envolve três atividades relacionadas e igualmente importantes. Envolve ministrar a Palavra de Deus num discipulado preliminar (evangelismo), no discipulado propriamente dito (promover o aprendizado pelo ensino e pelo ato de modelar a Palavra de Deus em grupo ou individualmente) e no discipulado corretivo (aconselhar pessoas … Continuar lendo Discipulado e aconselhamento bíblico: três perspectivas

Lições da história da Igreja

O puritanismo foi um movimento que surgiu dentro do protestantismo britânico no final do século 16. O termo puritano, que se tornou conhecido algumas vezes no sentido pejorativo, caracterizou um grupo que estabeleceu um compromisso radical não apenas com mudanças externas, religiosas e políticas, mas com a mudança de valores expressa numa vida de conformidade … Continuar lendo Lições da história da Igreja

Lições do Apóstolo Paulo

No mês de agosto, o boletim informativo da Association of Biblical Counselors incentiva-nos a lembrar que embora os métodos, ou o "como fazer", tenham seu lugar no discipulado-aconselhamento bíblico, perderemos a essência do verdadeiro ministério se nos concentrarmos exclusivamente em métodos. Do estudo dos três primeiros capítulos de 1 Coríntios, Jeremy Lelek extrai princípios profundos, … Continuar lendo Lições do Apóstolo Paulo

Como ministrar à dor sem desconsiderar o pecado?

Você já se viu em uma situação em que você quis sinceramente se identificar com o sofrimento de um aconselhado e mostrar empatia, mas você não o fez por receio de que isso se convertesse em um pretexto para a pessoa deixar de lidar biblicamente com o próprio pecado? Rob Green respondeu a esta pergunta … Continuar lendo Como ministrar à dor sem desconsiderar o pecado?