As perguntas que você não sabe responder

Rob Green

“Como você lida humildemente, e sem abalar a confiança do aconselhando em seu ministério, com uma situação em que você se vê diante de um problema para o qual não conhece a resposta?”

Esta é uma ótima pergunta. Ela é uma ótima pergunta porque expressa a tensão que os conselheiros enfrentam. Por um lado, encaramos a realidade de que somos falhos em conhecimento e treinamento. Creio que todos nós reconhecemos que não sabemos tudo sobre a Bíblia nem sabemos como responder a cada pergunta. Com a devida humildade, não temos dificuldade para admitir que somos pessoas dependentes do Espírito de Deus e da Palavra de Deus.

Por outro lado, não queremos levar os nossos aconselhados a rejeitarem o aconselhamento bíblico e, mais importante, rejeitarem o Senhor por causa das nossas falhas. Em outras palavras, não queremos que as nossas falhas levem as pessoas a pensarem que Deus está falhando.

O que fazer? Aqui estão alguns ideias que podem ajudar. Elas não seguem uma ordem fixa.

Ore por você, por seus aconselhados, por maior clareza de entendimento e pela ajuda de Deus. Às vezes, deixamos de ser dependentes de Deus no nosso aconselhamento. Ele pode permitir um caso realmente desafiador para lembrar que o Salvador e Senhor é Jesus, e não você.

Antes de falar sobre todas as coisas que você não sabe, fale sobre aquilo que você sabe. Nos casos difíceis, muitas vezes, há vários aspectos sobre os quais você tem algum conhecimento para trabalhar.

Continue a ser um aprendiz. Leia a Bíblia, leia bons livros de aconselhamento bíblico e teologia, bons livros sobre o Antigo e o Novo Testamentos. Em outras palavras, continue a buscar meios para crescer em suas habilidades.

Faça amizade com alguém que possa lhe oferecer ajuda ocasional. Na nossa igreja, cultivamos bons relacionamentos. Quando é preciso, buscamos conselho uns com os outros. Às vezes, sabemos o que fazer, mas queremos a confirmação de um mentor. Outras vezes, nós não sabemos realmente o que fazer e queremos um conselho para começar.

Algumas vezes, você não sabe o que fazer porque não ouviu suficientemente bem. Aqui, temos um ditado que diz: “Quando as coisas estão confusas, faça outra pergunta”. O que quero dizer é que, às vezes, não sabemos o que fazer ou dizer porque não entendemos suficientemente bem o nosso aconselho.

Admita que você não sabe o que fazer . O mais importante, de qualquer forma, não é o “seu” conselho. Você é um mensageiro, e não Aquele que escreveu a mensagem. Pode ser que você precise encaminhar o aconselhado para conversar com alguém mais maduro espiritualmente ou mais experiente do que você. Às vezes, ser humilde significa reconhecer o limite de suas habilidades. Talvez Deus queira usar outra pessoa naquela vida.

Espero que essas ideias o ajudem e que Deus lhe dê grandes oportunidades para servi-lO daqui em diante.

Fonte:  Counseling with confidence and compassion
Original: Handling the Question That You Don’t Know How To Answer

Um comentário sobre “As perguntas que você não sabe responder

  1. Foi edificante para mim ler estas orientações. Já me senti frustrada por ñ saber como prosseguir num aconselhamento bíblico, mas essas dicas me deram uma luz.
    Obrigada e q Deus os abençoe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s