Robert Jones. Quando os problemas surgem

Nutra Publicações oferece mais um precioso recurso para aqueles que enfrentam as lutas da vida e para todos quantos querem estar preparados para ajudar: o minibook Quando os problemas surgem… Enxergando o amor transformador de Deus.

Em tempos difíceis, Robert Jones nos convida para lidarmos com duas questões importantes:
Como Deus mostra Seu amor por mim quando as adversidades me alcançam?
Como Deus usa as aflições para mostra o Seu amor e realizar o Seu bom propósito em minha vida?

Aqui está o que a Bíblia ensina sobre os propósitos amorosos de Deus para com você nas tribulações.

1. Estreitar seu relacionamento com Ele.

Ainda que tempos de angústia possam inquestionavelmente conduzir-nos para longe de Deus, Seu convite para nos achegarmos a Ele também pode tornar-se mais precioso e atraente. […] Considere o Sl 3.1-4. Cercado por muitos adversários, Davi volta-se para Deus — não para longe dEle — e sua fé torna-se mais intensa e madura: “Senhor, muitos são os meus adversários! Muitos se rebelam contra mim! São muitos os que dizem a meu respeito: ‘Deus nunca o salvará!’. Mas tu, Senhor, és o escudo que me protege; és a minha glória e me fazes andar de cabeça erguida. Ao Senhor clamo em alta voz, e do seu santo monte ele me responde”. A oração de Davi fornece ambos: esperança e um modelo a seguir. (9, 10)

2. Experimentar os sofrimentos de Cristo.

Sofrer nos relembra que Jesus também sofreu severamente. Ajuda-nos a compreender melhor Seu sofrimento e nos conduz para mais perto dEle. […] Qualquer que seja o problema que você está enfrentando, esteja certo que o próprio Jesus enfrentou um sofrimento muito maior quando esteve aqui na terra. “Pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado” (Hb 4.15). (12)

3. Expor pecados que persistem.

Aos olhos do povo de Israel no Antigo Testamento, os quarenta anos de peregrinação no deserto foram miseráveis, uma vida de aflições físicas e confusões espirituais. Aos olhos de Deus, porém, tinham um propósito muito maior. “Lembre-se de como o Senhor, o seu Deus, os conduziu por todo o caminho no deserto, durante estes quarenta anos, para humilhá-los e pô-los à prova, a fim de conhecer suas intenções, se iriam obedecer aos seus mandamentos ou não” (Dt 8.2). (15)

4. Engajá-lo no corpo de Cristo

Situações difíceis podem facilmente se constituir numa tentação para que nos afastemos de outros e venhamos a lidar com o nosso sofrimento sozinhos. Contudo, quando nos afastamos, isolamos a nós mesmos de uma vital fonte de ajuda e esperança. As tribulações da vida são oportunidades reais para nos aproximarmos de nossos irmãos e irmãs dados por Deus em nossa igreja local. […] Em Rm 12.15, o apóstolo nos exorta “alegrem-se com os que se alegram” e “chorem com os que choram”. (19)

5. Evidenciar a obra de Cristo em você

Poucas coisas são mais encorajadoras para mim do que observar irmãos em Cristo demonstrarem a fé através da maneira como expressam sabedoria, amor e graça em circunstâncias difíceis. Ver a fé deles estimula a minha fé. […] “Vocês são o sal da terra… Vocês são a luz do mundo… Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus” (Mt 5.13-16). (21, 22)

6. Equipá-lo para um ministério mais sábio e compassivo

Quando aprendemos a aplicar as verdades do evangelho de Deus aos nossos próprios problemas, Deus molda-nos para sermos ajudadores mais capazes. Paulo diz em 2Co 1.3, 4: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações”. (25)

7. Elevar o seu desejo pelo retorno de Cristo.

Viver em um mundo caído não precisa nos conduzir ao desespero. Podemos ansiar por algo melhor em vez de ficarmos agitados. Considere a valiosa perspectiva do apóstolo Pedro: “Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação. 7 Assim acontece para que fique comprovado que a fé que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado” (1Pe 1.6, 7). (27)

Em Quando os problemas surgem… Enxergando o amor transformador de Deus, Robert Jones apresenta-nos com toda a clareza o caminho bíblico que temos de seguir para conhecer e viver os propósitos de Deus em nossa vida.

——————

Ficha Técnica
Autor: Robert Jones
Título: Quando os problemas surgem… Enxergando o amor transformador de Deus
Título original:  When trouble shows up… Seeing God’s transforming love
EditoraNutra
Páginas: 30
Data de publicação: 2013

Robert D. Jones é Doutor em Ministério pelo Westminster Theological Seminary; Mestre em Teologia pelo Trinity Evangelical Divinity School. É professor de aconselhamento bíblico no Southeastern Baptist Theological Seminary. É membro da ACBC – Association of Certified Biblical Counselors e também conciliador cristão certificado e instrutor adjunto do Peacemaker Ministries. Conferencista experiente, já foi preletor em conferências de aconselhamento nos Estados Unidos, na Espanha e no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s