Robert Jones. Em busca da paz

busca da paz_post livro

Solução para relacionamentos quebrados
Hostilidade no relacionamento conjugal, desapontamento com colegas de trabalho, tensão na família, irritação com as crianças, e a lista vai adiante. Você entendeu o quadro. Vivemos em um mundo caído, o que afeta nossos relacionamentos. Se existe algo que pode manter uma pessoa acordada durante a noite, certamente é um relacionamento tenso. Os pensamentos que nos controlam a respeito da outra pessoa, a culpa, a ansiedade e a frustração de um relacionamento quebrado certamente precisam de solução. É aqui que Em Busca da Paz destaca-se entre muitas outras vozes que disputam nossa atenção quando temos que lidar com conflitos. Alguns livros merecem uma leitura superficial, outros merecem um olhar mais atento e até uma imersão na leitura, outros ainda merecem ser relidos periodicamente. Em Busca da Paz está neste último grupo. É um livro com base bíblica e cristocêntrica, é prático e contém sabedoria provada.

Em busca da paz ou do fracasso
O que acontece quando as pessoas não buscam a paz?  Robert Jones diz: “Os relacionamentos fracassam sem ela”. É claro que você sabe que isso é verdade, eu sei que isso é verdade, e Robert Jones certamente sabe disso, mas muitas vezes fracassamos na busca da paz. Se quisermos parar de fingir que tudo está em paz, e começar a buscar a paz de verdade, este é o livro que precisamos ler.

Em Busca da Paz proporciona para você conselhos bíblicos consistentes, desenvolvidos em três etapas: Passo 1 – Agrade a Deus; Passo 2 – Arrependa-se, e Passo 3 – Ame a outra pessoa. Parece bastante simples, não é? Mas quando se trata de relacionamentos, as coisas podem se complicar. E é aqui que a sabedoria e a experiência de Robert Jones brilham à medida que ele estabelece conexão entre a teologia à vida real.

Comece por agradar a Deus     
Com sabedoria e sinceridade, Robert Jones começa concentrando-se em Deus e, especificamente, no Deus da paz. Ele apresenta a pacificação como um tema de destaque nas Escrituras, já que “ela trata, em todas as suas páginas, de nosso relacionamento com Deus e com os outros” (p. 30). Este tema prendeu minha atenção desde o início do livro. Eu vivo no mundo real e quero ler livros que estabeleçam uma conexão entre as Escrituras e a vida real. Robert Jones ajuda estrategicamente os seus leitores a verem os conflitos interpessoais e a paz através da lente do Evangelho. Ele ensina os leitores a esperar por conflitos porque, os conflitos são inevitáveis em um mundo pecaminoso. No entanto, ele vai além e apresenta a sabedoria bíblica que permite não apenas solucionar os conflitos, mas também recebê-los como oportunidades proporcionadas por Deus (p. 57-64).

Robert Jones lembra-nos que o primeiro objetivo na solução de conflitos é agradar a Deus. Este deve ser o objetivo fundamental antes buscarmos qualquer tipo de reconciliação. Agradar a Deus, antes de agradar a outras pessoas, deve ser o nosso principal alvo de vida (p. 67). Robert Jones também ajuda o leitor a entender o que acontece quando alguém ou alguma coisa que não seja Cristo cativa nosso coração. Ele ilustra estes desejos desmedidos, fora de controle, por meio do diagrama “Escadaria para o Trono” que retrata Cristo no trono e os nossos desejos descontrolados procurando destroná-lO (p. 100). Se você é um conselheiro, pastor, professor de escola dominical ou líder de grupo pequeno, este esquema é uma ferramenta valiosa para o seu ministério. Ele é uma das várias ferramentas para o aconselhamento que são detalhadas ao longo do livro.

Reconheça seu pecado: arrependa-se
Muitos conflitos existem porque nós não vemos as traves em nossos olhos nem entendemos como trabalhar para a reconciliação com aqueles que foram atingidos pelo nosso erro. Em lugar da paz, vivemos atormentadospor rancores e amargura que nos acompanham ao longo dos anos. Os desencontros acontecem, as pessoas ficam ofendidas, o perdão não é buscado nem concedido, todos seguem adiante como se nada tivesse acontecido. Robert Jones destaca: “Nenhum relacionamento – entre marido e esposa, pais e filhos ou outro – prosperará se a parte ofendida duvidar do arrependimento do ofensor ou de sua disposição para assumir responsabilidade pelas suas ações” (p. 113).

O autor prossegue mostrando como remover as traves que nos cegam a fim de que fiquemos livres para pedir e conceder o perdão quando necessário. Além disso, ele disseca cuidadosamente a anatomia de um pedido de perdão, ajudando os leitores a descobrir o caminho da reconciliação genuína (p. 140-152). Coisas como “eu tinha bebido demais; na verdade, foi sua culpa; eu te amo, estava de TPM, eu sinto muito, mas…” (p. 134) são substitutos desastrosos para um pedido sincero de perdão. Como um bom pastor, Robert Jones conduz os leitores para longe destes erros. Ele nos orienta em direção a um reconhecimento saudável do nosso pecado e da nossa necessidade contínua de arrependimento, e nos dá muitas ferramentas para saber como pedir perdão quando erramos nos nossos relacionamentos.

O amor vence, de verdade
Conforme nosso autor prepara-se para a aterrizagem, ele entra na terceira etapa, amar as outras pessoas, e trata de nossas atitudes e de como perdoar, confrontar e servir os outros (p. 158). Os capítulos finais contêm uma ferramenta de valor inestimável para o aconselhamento, que já tenho utilizado. É um gráfico baseado em Lucas 6.27-36, que usa as expressões: “Faça o bem – Abençoe – Ore”. Este gráfico ajuda os leitores a pensar em como eles podem fazer o bem aos outros de forma prática, o que significa abençoar outra pessoa, e como orar pelos outros. Quando usado no aconselhamento, é um bom remédio para quem enfrenta conflitos nos relacionamentos e luta com a amargura.

Este livro é uma ferramenta de valor inestimável para a Igreja. Eu o recomendo plenamente a todos – crentes e também descrentes a quem você queira alcançar com o Evangelho. A divisão clara em doze capítulos faz de Em Busca da Paz um recurso excelente para o discipulado em grupo ou o aconselhamento individual. Robert Jones é profundo na teologia e aplica as verdades à vida cotidiana. Ele é fiel ao texto bíblico e mantém um estilo de leitura clara. Eu simplesmente não poderia pedir nada mais. Compre, leia, releia, passe-o adiante e, mais importante, busque a paz.

————————

Original da resenha: Pursuing Peace: A Christian Guide to Handling Our Conflicts
Fonte: Biblical Counseling Coalition.
Michael Parks é o pastor de Discipulado e Missões na Paramount Church, em Columbus – OH, uma igreja comprometida com o aconselhamento bíblico. Ele estudou no Moody Bible Institute, Southeastern Baptist Theological Seminary, e obteve seu certificado de aconselhamento bíblico na CCEF.

————————

Ficha Técnica
Autor: Robert Jones
Título:  Em busca da paz: princípios bíblicos para lidar com conflitos e restaurar relacionamento quebrados
Título original:  Pursuing Peace: a Christian guide to handling our conflicts
Editora: Nutra Publicações
Páginas: 301
Data de publicação: 2014

Robert Jones é Doutor em Ministério pelo Westminster Theological Seminary; Mestre em Teologia pelo Trinity Evangelical Divinity School. É professor de aconselhamento bíblico no Southeastern Baptist Theological Seminary. É membro da Association of Certified Biblical Counselors (ACBC). Também é conciliador cristão certificado e instrutor adjunto de Peacemaker Ministries e da Christian Counseling and Education Foundation (CCEF). Conferencista experiente, já foi preletor em conferências de aconselhamento e cursos nos Estados Unidos, na Espanha e no Brasil.

Um comentário sobre “Robert Jones. Em busca da paz

  1. Pingback: Eu preciso me arrepender de meus desejos? ‹ Todah Elohim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s