Lembretes para os pais ansiosos

pais ansiosos_post

Quem não fica ansioso? Para a maioria dos cristãos, a ansiedade é algo “normal”, um “pecado aceitável”. No entanto, a Palavra de Deus nos adverte que não devemos andar ansiosos por coisa alguma. Não estamos falando aqui daquela preocupação sadia e amorosa, que leva à oração e a tomar medidas práticas preventivas para antecipar ou tratar possíveis problemas em nossa vida e na vida dos outros. Estamos falando da ansiedade que domina o coração, que paralisa.

No artigo When you worry about your children, Christina Fox compartilha como a condição de mãe parece ter ampliado aqueles pecados com os quais ela já lutava. No caso da ansiedade, ter filhos expôs o quanto seu coração fixava o foco nos “e se” da vida. Ela compartilha três lembretes bíblicos para os pais ansiosos.

Lembre-se do evangelho. Temos a tendência de ser pensadores do futuro e de habitar no “e se…” de todos os piores cenários que poderiam acontecer.A verdade é que a pior coisa que poderia acontecer já foi tratada por Cristo na cruz. O maior medo que poderíamos enfrentar é a eternidade sem Deus. Quando Cristo levou os nossos pecados, Ele assumiu o castigo por nós. […] E porque Deus fez tanto assim para conquistar nossa redenção, Paulo pergunta aos romanos: “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” (Rm 8.32).

Lembre-se do seu status. Imagine encontrar um dia o seu filho encolhido no canto do quarto, chorando.Você lhe pergunta o que há de errado e ouve: “Eu estou preocupado, pensando que você esquecerá de me alimentar hoje”. Você consegue imaginar isso? Parece loucura, não é? 

Visto que Cristo nos libertou do pecado e pagou o preço da nossa salvação, somos filhos adotivos do Pai Celestial. Jesus nos lembra em Mateus 6.25-34 que se Deus cuida das aves do céu e das flores no campo, quanto mais cuidará de nós. Na verdade, Deus, nosso Pai, nos ama como Ele ama o Filho (Jo 17.23). Como filhos amados do Pai, temos pleno acesso ao trono da graça, podemos ir a ele, gritando “Abba, Pai”, e encontraremos graça para nos ajudar em nossa hora de necessidade (veja Hb 4.16).

Lembre-se de orar. Paulo diz a todos os preocupados crônicos: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças” (Fp 4. 6). Os pais com maior tendência a ficar ansiosos precisam ser homens e mulheres de oração. Precisamos trazer todas as nossas preocupações a Deus em oração e, em contrapartida, Paulo nos diz: “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus” (Fp 4.7).

Meus queridos amigos ansiosos, quando algo na vida de seus filhos gerar grande preocupação no seu coração, lembre-se da cruz. Lembre-se do quanto Deus fez para prover a sua salvação. Lembre-se de quem você é e do que significa sermos filhos amados de Deus. E vá ao trono da graça, colocando suas preocupações diante de Deus em oração.

Extraído de: When you worry about your children

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s