Sebastian Traeger e Greg Gilbert. O Evangelho no trabalho

Todos nós trabalhamos. Nós o fazemos em lugares diferentes, com responsabilidades diferentes e exercendo tarefas as mais diversas – em casa, nos escritórios ou consultórios, nas fábricas ou hospitais, nas escolas ou igrejas, e assim por diante. Mas é certo que, de jovens a idosos, poucos poderiam afirmar que não trabalham! Sendo assim, O Evangelho no Trabalho é uma leitura recomendada para todos.

A respeito de O Evangelho no Trabalho, Tim Challies escreveu que é “um livro marcante e útil justamente porque o evangelho faz real diferença tanto no escritório quanto em casa, na igreja e em qualquer outro lugar. E uma vez que todos nós trabalhamos em algum lugar, em algum momento, este é um livro que seria bom se todos nós lêssemos”.

Escrevendo uma resenha do livro, Tim Chalies acrescenta:

Não há nenhuma área da vida que esteja fora do alcance do evangelho. O evangelho importa no púlpito, no lar e na família. O evangelho importa no trabalho também. O Evangelho no Trabalho é um novo livro de Greg Gilbert e Sebastian Traeger cuja grande ideia é a seguinte: você trabalha para o rei, e isso muda tudo. Não importa o que você faça, o seu trabalho tem valor porque você o está fazendo para o Senhor, e Aquele para quem você trabalha é muito mais importante do que os detalhes daquilo que você faz. Isto significa que não existe um trabalho sem sentido ou que seja insignificante.

Boa parte do livro desenvolve-se ao redor de duas das maneiras com que podemos permitir que o nosso trabalho se torne pecaminoso. Cada uma delas representa um extremo. Para algumas pessoas, a tentação é a indolência no trabalho, enquanto para outras a tentação é a idolatria do trabalho. Algumas esperam encontrar seu significado e valor no trabalho. “O trabalho pode se tornar o objeto principal de nossa paixão, da nossa energia e do nosso amor.  Acabamos adorando o trabalho” (p.24). Mas há outro grupo que mostra que “podemos cair na indolência em nosso trabalho. Quando falhamos em perceber os propósitos de Deus para o trabalho, não nos importamos muito com ele. Falhamos em dar qualquer atenção a ele ou o desprezamos e, de forma geral, negligenciamos nossa responsabilidade de servir como se estivéssemos servindo ao Senhor” (p. 24). Infelizmente, esses dois extremos são celebrados em nossa cultura.

O desafio de O Evangelho no Trabalho é evitar os extremos, e a maneira de fazer isso é expor as implicações do evangelho para aquilo que você faz. “Se você for um cristão, queremos desafiá-lo a começar a ligar a realidade daquilo que Deus fez por você, em Cristo, ao seu trabalho, pensando cuidadosamente acerca de como isso se aplica ao seu trabalho e muda sua forma de pensar sobre ele” (p. 62).

Alguns dos livros que já li sobre a centralidade do evangelho na vida diária falham de alguma forma em conectar o evangelho com o assunto de que tratam. Felizmente, não é o caso desse livro. O evangelho nos diz que trabalhamos para um novo senhor, temos uma nova obrigação, temos uma nova confiança e novas recompensas. Com estas verdades, o evangelho age contra a tentação de fazermos demais ou ficarmos aquém no nosso trabalho.

Essa citação, um tanto extensa, ajuda-nos a reconhecer o quão cuidadosamente os autores consideraram o assunto:

Por causa da obra de Jesus na cruz em nosso favor, porque ele vive e reina neste exato momento, nós temos identidade, sabemos que pertencemos a alguém, temos amor, aceitação, perdão, adoção, justificação e recompensa. Tudo isso é nossa por toda a eternidade. E porque isso é verdade, estamos gloriosamente livres de ter de buscar essas coisas (ou melhor, as imitações baratas essas coisas) por meio de nosso trabalho. Você entende? Não precisamos que o trabalho nos ofereça uma identidade, pois já temos uma identidade em Cristo. Não precisamos que ele nos dê um lugar ao qual pertencer, pois já fomos adotados por Deus, por causa de Jesus, e pertencemos à sua família redimida. Não precisamos trabalhar para ser amados, estimados ou aceitos, nem precisamos provar para nós mesmos que somos dignos de valor. Por quê? Porque tudo isso já foi garantido para nós por meio de Jesus! Então, aonde isso leva o nosso trabalho? Diante disso, que papel em nossa vida o trabalho representa? É simples. Isso deixa o nosso trabalho livre da exigência impossível de nos dar algo que ele nunca foi planejado para oferecer e da desculpa de que ele não é importante, e nos deixa livre para viver uma vida de serviço sincero e alegre para o nosso Rei! (p. 200)

Conforme progridem na exposição do assunto, os autores oferecem uma breve, embora consistente, teologia do trabalho para depois chegar às questões práticas:
Como escolher um emprego,
Como manter o equilíbrio entre o trabalho, a igreja e a família,
Como lidar com chefes e colegas de trabalho difíceis,
O que significa ser um chefe cristão,
Como posso compartilhar o evangelho no trabalho,
O ministério de tempo integral e o valor do meu emprego.
Em todas as questões, os autores trabalham a partir do evangelho em direção a orientações e conselhos práticos.

O impacto maior na leitura de O Evangelho no Trabalho veio de sua explanação a respeito do sucesso. Os autores redefinem o sucesso, levando-o para longe de dinheiro, poder, influência ou um alto padrão de vida. De uma perspectiva bíblica, o sucesso é muito mais simples: ele é medido por fidelidade. Nós não somos todos igualmente talentoso nem temos igualdade de oportunidades, por isso temos de ser muito, muito cuidadosos para não nos compararmos uns com os outros. Esse poderia ser um erro fatal. Em vez disso, devemos medir o sucesso pela fidelidade a Deus naquilo que Ele nos chamou para fazer. Isso traz muito alívio e encorajamento.

Você pode ler um trecho do livro no site da Editora Fiel. Clique na imagem abaixo.

Você também pode ler a introdução do livro: O Desafio.

Quer você esteja lendo sozinho, quer decida ler com outras pessoas, talvez um grupo de colegas/amigos ou seu grupo de estudo bíblico, ao final de cada capítulo você encontra perguntas e passagens das Escrituras que ajudam a refletir sobre o conteúdo apresentado. Além das perguntas para estudo, a Editora Fiel oferece gratuitamente o Guia de Estudo para imprimir ou ler na forma digital, e seis vídeos introdutórios.

O desafio: Idolatria vs Indolência  

Os Propósitos do Rei

Minhas Missões: Trabalho, Igreja, Família

Relacionamentos no trabalho

Compartilhando o Evangelho no Trabalho

Sucesso e Valor

Em janeiro de 2015, Voltemos ao Evangelho promoveu um bate-papo VE no qual Solano Portela, Franklin Ferreira e Tiago Santos conversaram sobre o tema do livro.

 ______________________________

Ficha Técnica
Autor:  Sebastian Traeger e Greg Gilbert
Título:  O Evangelho no trabalho: servindo Cristo em sua profissão com um novo propósito
Título original:  The Gospel at work:  how working for King Jesus gives purpose and meaning to our jobs
EditoraFiel
Páginas: 216
Data de publicação: 2014

Greg Gilbert é o pastor principal de Third Avenue Baptist Church, em Louisville (Kentucky). É formado pela universidade de Yale e obteve seu mestrado em teologia pelo Southern Theological Seminary. É preletor de conferências teológicas e escreve frequentemente para o ministério 9 Marcas.

Sebastian Traeger é desenvolvedor de vários empreendimentos na web, entre os quais Christianity.com. Serve como presbítero na Capitol Hill Baptist Church, em Washington D.C.