Por que você deveria buscar um preparo teológico ministerial para o aconselhamento bíblico?

Quer você seja um pastor, missionário ou educador que atua integralmente no contexto ministerial, quer seja “apenas” um cristão disposto a obedecer ao chamado de Deus para ministrar a outras vidas nos mais diversos ambientes onde vive o seu dia a dia – o seu lar, o trabalho, a universidade, o círculo de amigos e conhecidos dentro e fora da sua igreja local – você precisa estar bem preparado para aconselhar biblicamente.

Kevin Carson escreveu o artigo Why Should You Pursue Higher Education in Biblical Counseling? com o propósito de incentiva-nos a buscar a formação teológica e ministerial, e ele nos aponta as características para as quais devemos atentar na escolha de um curso que prepare para ser um conselheiro capaz e aprovado por Deus.


Uma ótima pergunta
Muitas vezes me perguntam por que alguém deveria pensar em um preparo teológico ministerial visando ao aconselhamento bíblico. Ótima pergunta. Eu acredito que há várias razões pelas quais decidir por um preparo acadêmico tendo em vista o aconselhamento bíblico. É certo que nunca houve um momento de necessidade tão grande. Nossa cultura é complexa. Os relacionamentos são complexos. Os problemas são complexos. Os diagnósticos são complexos. No entanto, sabemos que a Palavra de Deus é suficiente e está à altura do desafio de todas essas complexidades.

Excelência exegética e teológica
O fundamento do aconselhamento bíblico é a Bíblia. Nossa maior ou menor habilidade de falar da Bíblia e colocá-la em prática aumenta ou limita a nossa capacidade de aconselhar. Como pessoas que vivem em união com Cristo, a Bíblia funciona para nós como a lente através da qual nos envolvemos com a vida. Quando interagimos com os outros e ministramos por meio das nossas conversas, a nossa capacidade de compreender com precisão, bem como de considerar do ponto de vista de Deus a pessoa como um indivíduo e sua situação complexa, depende de nossos fundamentos exegéticos e teológicos.

Ao contemplar um preparo teológico ministerial, você escolherá, se possível, um programa que ofereça matérias como hermenêutica, estudo das línguas originais, teologia bíblica e sistemática, e exposição bíblica. Considere a importância de cada uma delas. A hermenêutica fornece-lhe a base para a compreensão do significado do texto bíblico. Todo o conhecimento bíblico e a sabedoria fluem de habilidades exegéticas bem desenvolvidas. É imperativo que o conselheiro bíblico seja capaz de dizer: “É isto que tal texto bíblico significa”.

No que diz respeito às línguas originais, a boa exegese leva em conta o vocabulário, a gramática e a sintaxe de determinado texto a partir do grego ou do hebraico. Felizmente, existem muitas ferramentas para nos ajudar nessa tarefa. No entanto, quanto mais preparo você tiver nas línguas originais, mais fáceis de usar e mais úteis serão as ferramentas disponíveis.

Teologia bíblica e sistemática são fruto do processo hermenêutico. Elas resultam da compreensão de textos bíblicos e da crescente capacidade de unir esse corpo de conhecimento em um todo unificado – seja no que diz respeito a um livro da Bíblia ou ao conjunto do ensino bíblico. Sistematizar é classificar o conhecimento – adquirido pelo estudo de determinadas passagens e dos livros da Bíblia – em categorias ou doutrinas, isto é, Bíblia, Deus, Cristo, Espírito Santo, homem, pecado, salvação, igreja, últimas coisas, entre outros.

Finalmente, nas aulas de exposição bíblica você desenvolverá a capacidade de se mover habilidosamente do texto bíblico para o aconselhado.  Uma atenção especial recai na comunicação da verdade das passagens bíblicas de forma clara, por meio de esboços bem traçados e baseados na exegese. Além disso, você aprenderá a levantar as implicações claras do texto e a chamar o aconselhando para aplicá-las em sua vida por meio de tarefas práticas.

Competência e habilidade para aconselhar
A formação acadêmica ajuda o conselheiro bíblico a crescer nos elementos-chaves do aconselhamento bíblico: coletar dados, entender o problema, engajar o aconselhado no tratamento do problema, proporcionar ensino bíblico, dar esperança, acompanhar e prover um contexto de responsabilidade cristã. Você também adquirirá conhecimento e compreensão das filosofias e métodos históricos e contemporâneos do aconselhamento. Além disso, você terá oportunidade para observar a prática do aconselhamento e se envolver em aconselhamento bíblico supervisionado.

No que diz respeito ao aconselhado, o aluno aprende a ouvir e articular as principais facetas do sofrimento e do pecado. A formação acadêmica oferece-lhe a oportunidade para focar de forma extensiva e intensiva em assuntos como questões médicas, abuso e diferentes transtornos. Tanto o sofrimento quanto o pecado impactam os principais relacionamentos no lar, no local de trabalho e na igreja. Além disso, você aprenderá sobre a motivação humana – o coração e as questões do homem interior – e como a adoração, incluindo a idolatria, acontece na vida diária.

A experiência educacional providencia um ambiente controlado, onde você poderá aprende ao lado de outros. O professor oferece orientação à medida que o aluno se esforça para unir novos insights a partir da Bíblia e novas demandas provenientes do aconselhamento, e lidar com os desafios da comunicação no ministério pessoal.

Maturidade no caráter cristão
A excelência exegética e teológica, unida à competência e habilidade para aconselhar, constituem boa parte da formação. O componente-chave da formação, porém, é a maturidade do caráter cristão. Uma das diferenças mais importantes entre o aconselhamento bíblico e as demais formas de aconselhamento é o foco intensivo no crescimento pessoal do conselheiro bíblico. Ao escrever a Timóteo, Paulo encorajou-o a dar atenção especial ao seu coração e comportamento: “aplica-te à leitura, à exortação e ao ensino. […] Ocupa-te dessas coisas, dedica-te inteiramente a elas, para que todos possam ver teu progresso. Tem cuidado de ti mesmo e do teu ensino; persevera nessas coisas. Dessa forma, salvarás tanto a ti mesmo como os que te ouvem” (1Tm 4.15-16).

Embora em outros sistemas de aconselhamento a vida pessoal e o crescimento do conselheiro possam ter alguma importância, a vida pessoal e crescimento do conselheiro são fundamentais no aconselhamento bíblico. A vida do conselheiro é prova da veracidade da mensagem do evangelho. A vida do conselheiro não pode contradizer as Escrituras que ele aconselha de forma tão expressiva.  O crescimento pessoal à semelhança de Cristo, para a honra de Deus, é uma parte necessária do preparo do conselheiro. A necessidade de uma autoconfrontação e o processo de crescimento pessoal são ensinados e praticados conforme o aluno matricula-se e prossegue no programa.

Isso vale para você?
Que privilégio é atuar no ministério de aconselhamento! É maravilhoso o simples fato de pensar que Deus confia em nós para sermos Seus porta-vozes para ajudar Seus filhos a responder à incrível complexidade da vida de forma que honre a Deus! Na diversidade de ambientes, os desafios são muitos. Conforme nos envolvemos com as pessoas ao nosso redor, em casa, na igreja, no trabalho e lazer, nós aproveitamos esses momentos tanto para ajudar as pessoas com quem conversamos, quanto para trabalhar nosso próprio coração. Deus nos oferece graciosamente a oportunidade de ajudar outras pessoas a darem passos na vida com Cristo. Durante o processo, Deus usa essas mesmas interações para nos ajudar a crescer também.

O preparo teológico ministerial para o aconselhamento bíblico atende perfeitamente a homens e mulheres que desejam servir a igreja em uma variedade de contextos formais e informais. Você aprenderá a aconselhar com firmeza. A melhor compreensão das pessoas, das circunstâncias e de Deus irá lhe proporcionar a oportunidade de falar com amor e sabedoria a verdade adequada para a situação. Pela graça de Deus, por meio da obra do Espírito Santo e das Escrituras, você se tornará o canal da graça e da verdade de que uma outra pessoa tanto precisa em seu momento de necessidade.


O artigo  Why Should You Pursue Higher Education in Biblical Counseling?, por Kevin Carson, foi publicado originalmente no site da Biblical Counseling Coalition e usado com permissão.

Kevin Carson é pastor de Sonrise Baptist Church em Ozark, nos Estados Unidos, e ministra como professor e diretor do departamento de aconselhamento bíblico na Baptist Bible Theological Seminary em Springfield. Leciona também no programa de mestrado em aconselhamento bíblico do Faith Bible Seminary, em Indiana.