Gloria Furman. Vislumbres da graça

Valorizando o evangelho na rotina do lar

O evangelho vivido no cotidiano: este é o tema de Vislumbres da Graça. Para desenvolvê-lo, Gloria Furman escolheu como cenário a própria vida de esposa e mãe. Isso fará certamente com que muitas mulheres que lutam com a sensação de que sua vida, após a chegada dos filhos, tornou-se uma rotina infindável de tarefas muitas vezes cansativas e pouco gratificantes, possam se identificar inteiramente com ela. Por outro lado, se você é uma mulher que está num cenário de alguma forma diferente desse, não descarte o livro imediatamente. A leitura de Vislumbre da Graça também será muito proveitosa para você. O evangelho pode e deve ser vivido em quaisquer que sejam os detalhes do cotidiano e Gloria Furman nos incentiva a isso.

Nas palavras de Lauren Chandler, na apresentação do livro, “Vislumbres da Graça não é um guia. É um convite, de uma amiga de verdade, para ver e conhecer o amor inabalável do Senhor, que se mostra em cada tormenta, quer seja grande, quer seja pequena. Gloria Furman nos oferece encorajamento, baseado em sua própria experiência e na sabedoria proveniente de santos que enfrentaram tempestades há décadas, até mesmo séculos, antes de nós. Que você possa ver e sentir vislumbres do amor firme e inabalável do Senhor e que encontre uma âncora para a sua alma”.

Esta á a pergunta básica, que Gloria Furman nos faz na introdução: Como o fato de Jesus ter suportado nossos pecados em seu próprio corpo, sobre o madeiro, para que pudéssemos morrer para o pecado e viver para a justiça (1 Pedro 2.24), faz diferença em minha vida cotidiana hoje?

Vislumbres da Graça trata de como vivemos o “agora, mas ainda não” da história redentora de Deus, um cotidiano no qual a graça de Deus em Cristo é suficiente para que a mulher cristã ande de acordo com aquilo para que foi conquistada por Cristo na cruz, mas também motivada pelo futuro que lhe está prometido.

Trata-se de um livro repleto de ilustrações de vida, mas sem deixar para trás o conteúdo bíblico-teológico. Embora não invista diretamente em mostrar a relevância de mulheres também estudarem teologia e mergulharem de forma mais profunda na Bíblia do que a leitura e meditação diária, Gloria Furman consegue mostrar de uma forma atrativa e compreensível que a teologia não é um assunto de interesse somente para os acadêmicos. Todos nós precisamos conhecer a verdade bíblica sobre Deus, sobre nós mesmos e os problemas da vida que, inevitavelmente, enfrentamos um momento ou outro.

Vislumbres da Graça divide-se em duas partes principais. Na primeira parte, Seu Alicerce no Cotidiano, a autora escreve sobre a importância de definir adequadamente o evangelho para que ele possa ser aplicado devidamente. Ela aponta para algumas falsificações do evangelho, comuns em nossos dias, e alerta para o fato de que conquanto seja bom estar ciente desses evangelhos falsificados, só saberemos identificá-los se realmente estudarmos o verdadeiro evangelho.

Na segunda parte, O Milagroso no Cotidiano, a autora volta-se para vários aspectos do dia a dia da mulher – casamento, criação de filhos, amizades, hospedagem, perfeccionismo, comparação, arrumação da casa, descanso – e mostra como o evangelho faz diferença em cada um deles. Gloria Furman conduz as mulheres à descoberta do caráter fiel e da graça de Deus nas turbulências do cotidiano.

Há um ditado que aprendi no Quênia quando estava visitando a igreja de lá. Quando alguém diz: “Deus é bom”, todos respondem “O tempo todo”. Nós exaltamos o caráter de Deus e afirmamos: Deus não muda”. Mas como o caráter imutável de Deus afeta nossa perspectiva sobre a vida cotidiana? Se Deus não muda, como é que vamos reagir quando as nossas circunstâncias mudam?  (p. 177)

Mulheres em transformação
Vislumbres da Graça apresenta de modo claro a dinâmica da transformação operada por Deus em vidas. Gloria Furman compartilha experiências pessoais para mostrar o quanto é fundamental identificar e citar nossas afeições idólatras e nossos pecados específicos, e assumir a responsabilidade por eles, chegando ao verdadeiro arrependimento perante Deus e a obediência fiel ao evangelho.

Quero identificar o que há em mim que me impede de fazer amigos. Por meio de uma introspecção pensativa, percebo que sou orgulhosa. Declaro: “Olá, meu nome é Deus. Digo… desculpe. Veja, isso é parte do problema. Eu não sou Deus; meu nome é Gloria. Eu sou uma pessoa orgulhosa. Eu me acho muito boa e acho que os outros deveriam pensar que eu sou muito boa também”. Aí está, admiti meu problema. Minha confissão verbal o consertou, certo?

Errado. Até a mudança acontecer em meu coração, apenas dizer que sou orgulhosa não gera nenhum fruto duradouro em minha vida. Distintamente, a confissão cristã lida com o pecado de forma a envolver arrependimento genuíno. […] Uma vida que é caracterizada por arrependimento muda uma pessoa. (p. 196-7)

A fé transformadora deve olhar para frente, para a promessa da graça futura que nos está reservada em Cristo e que nos motiva a mudar no dia a dia (Tt 2.13, 14), ao mesmo tempo que olha para trás, para a cruz, e crê que a morte e a ressurreição de Cristo são sua garantia no caminho de transformação.

Quando você cinicamente afirma que Deus nunca mudará isso ou aquilo em você, ou supõe que fulano deve ser uma causa perdida, sua descrença está enraizada em uma ou ambas destas mentiras: (1) Deus não é capaz de libertar os pecadores de seus pecados, e (2) Deus não está disposto a libertar os pecadores de seus pecados.
Mas Deus é capaz. O poder que ressuscitou Jesus Cristo dos mortos é o mesmo poder que age nos corações daqueles que creem (Efésios 1.19-20).
E Deus está disposto. O desejo que compeliu o Pai a dar seu Filho de bom grado a nós é o mesmo desejo que o motiva a finalizar o que ele começou (Romanos 8.28-32). (p. 165)

Vale a pena ler!
Vislumbres da Graça é certamente uma leitura edificante para as esposas e mães que poderão se identificar com os relatos da autora, sentindo-se desafiadas a aplicar o evangelho na própria vida. No entanto, embora a autora o ilustre com sua experiência de esposa e mãe, o livro traz princípios bíblicos suficientes, e exemplos de como aplicá-los, que são úteis e encorajadores para mulheres em diferentes fases e situações de vida. Seu ponto principal é que o evangelho fala a todos os aspectos práticos da vida, em quaisquer circunstâncias, e o cotidiano oferece oportunidades para crescer em santidade.

“Deus pode usar os momentos comuns de nossa vida para glorificar a si mesmo,  moldando-nos à imagem de seu Filho. Isso é precisamente o que ele pretende fazer.” (p. 41)



Ficha Técnica
Autor: Gloria Furman
Título: Vislumbres da graça:  valorizando o evangelho na rotina do lar
Título original: Glimpses of grace: treasuring the gospel in your home
Editora: Fiel
Páginas: 252
Data de publicação: 2016

A Editora Fiel disponibiliza para leitura as páginas introdutórias do livro.

Gloria Furman é uma esposa de um pastor que se mudou para Dubai, no Oriente Médio, para participar de um projeto de plantação de igrejas. O casal tem quatro filhos, ainda em idade pré-escolar e escolar. Você pode conhecer mais detalhes sobre a autora em seu blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s