Um plano para obter esperança no primeiro encontro de aconselhamento

Ken Long

Um plano, por favor.
Ao começar com um novo aconselhamento, o primeiro encontro é o mais importante tanto para o conselheiro quanto para o aconselhado. Um sábio conselheiro disse certa vez: “Quando você começar, tenha em mente como você quer terminar”.

Como conselheiros bíblicos, desejamos que no coração do nosso aconselhado aconteça uma mudança nos moldes de Deus. Esse tipo de mudança aponta para a glória de nosso Deus (1Co 10.31) e é benéfica para o aconselhado (Hb 5.14). Desde o primeiro encontro, devemos ter claramente em mente o alvo final que desejamos alcançar com o aconselhamento.

Com este alvo em mente, devemos planejar nosso primeiro encontro e seguir nosso plano. Outro sábio conselheiro costuma dizer: “O planejamento adequado evita problemas”. Da mesma forma, “O planejamento adequado promove o progresso”, que se refere ao crescimento à semelhança de Cristo. Uma vez que o primeiro encontro pode ser emocionalmente carregado para todos os presentes, ter um plano estabelecido nos ajudará a permanecer alinhados com aquilo que acreditamos que Deus quer que tratemos. No entanto, à medida que o encontro acontecer, se ficar evidente que Deus tem algo diferente daquilo que nós planejamos,seremos flexíveis para ajustar nosso plano e sintonizá-lo com o plano de Deus.

Aqui estão algumas categorias gerais cujo uso podemos considerar como uma estrutura para delinear um plano para o primeiro encontro. No inglês, essas categorias estão estruturadas em torno de “4 Gs”[1], e têm sido úteis para mim enquanto procuro ajudar meu aconselhado. Considere esta estrutura em “4 Os”:

• Obter esperança
• Obter dados
• Oferecer ajuda
• Orientar projetos para crescimento

Hoje, trataremos de “Obter esperança”. Em postagens futuras, apresentaremos as demais.

Obter esperança
Sabemos que dois dos principais elementos do aconselhamento bíblico são oferecer esperança e ajuda por meio das Escrituras. No momento em que um aconselhado tem um primeiro encontro conosco, muitas vezes ele está desesperadamente sem esperança. Sua fé em Deus e nos caminhos de Deus é inexistente. Ele precisa de uma profunda infusão de esperança para ir adiante em sua vida espiritual.

Às vezes, um aconselhado está tão sem esperança que ele depende da própria esperança do conselheiro. Sim, devemos constantemente comunicar nossa esperança durante o encontro através de nossas palavras positivas e da linguagem corporal. Mas também não devemos nos esquecer de intencionalmente “obter esperança” para o nosso aconselhado a partir das Escrituras. A frase “obter esperança” parece terrivelmente estranha. Ela é intencional para nos lembrar de buscar regularmente a esperança da Palavra de Deus para nós e para o nosso aconselhado. Nossas palavras positivas e a linguagem corporal são de algum valor, mas é a Palavra de Deus que é “viva e eficaz” e “julga os pensamentos e as intenções do coração” (Hb 4.12).

Um primeiro passo para obter esperança é fazer uma lista de passagens que falem sobre a esperança para usar no aconselhamento. Ao selecionar as passagens, um bom lugar para começar é pelos versículos que Deus já usou em sua vida para lhe dar esperança em algum momento em que você mesmo estava desesperado por uma palavra de encorajamento vinda dEle. Quando você ensina uma passagem cheia de esperança e significativa para você, um incentivo contagiante sobre Deus e Seus caminhos flui para o seu aconselhado.

Aqui estão apenas algumas passagens que o Espírito usou na minha vida para me encorajar a prosseguir em mais um dia:

• Deus está sempre comigo em minhas provações (Sl 73.28)
• Meu Pai nunca permitirá na minha vida tentações maiores do que eu possa suportar (1Co 10.13)
• Jesus tem um plano de descanso e paz para a minha alma (Mt 11.28-30)
• Existe uma maneira de viver essa vida caótica de forma próspera e bem-sucedida (Js 1.8, Sl 1.1-3, Mt 7.24-27)

Um plano para obter esperança no seu primeiro encontro
Ao planejar nosso primeiro encontro, precisamos ter decidido entre duas ou três passagens cheias de esperança para ter em nosso coração e na ponta da nossa língua. Como geralmente já sabemos algo sobre a necessidade do nosso aconselhado, podemos escolher em oração passagens adequadas às “suas necessidades” (Ef 4.29).

No momento apropriado, durante o encontro, estaremos prontos para compartilhar essas palavras do nosso Deus. Obter esperança não é anunciar em dado momento: “Agora vamos falar sobre por que você deve ter esperança”. Em vez disso, devemos intencionalmente temperar o inteiro encontro com versículos cheios de esperança. Além disso, lembre-se de que obter esperança não é apenas algo para o primeiro encontro, mas devemos borrifar esperança em todos os encontros que nosso Pai planejou para nós com nosso aconselhado.

Ao final do nosso primeiro encontro, é provável que não tenhamos resolvido o problema apresentado pelo aconselhado nem descoberto os ídolos do seu coração. No entanto, teremos dado bondosamente esperança para o nosso aconselhado, uma expectativa confiante de benção futura de nosso Pai com base em Seu caráter e promessas.

Que a confiança de nossos aconselhados em Deus e Suas promessas cresça continuamente, cheia de alegria, hoje e em todos os seus amanhãs (Rm 15.13).

Perguntar para reflexão
Você tem um plano geral que acha útil para seus primeiros encontros?
No dia de hoje, como nosso Deus está fortalecendo sua esperança por meio de Sua Palavra e das circunstâncias de vida (Rm 5.1-5)?
Como você pode usar a bonita obra que Deus está fazendo em sua vida para “obter esperança” para seu aconselhado?

[1] As quatro categoria em inglês são Get hope, Gather data, Give help, Give projects for growth


Original: Plan to Get Hope During the First Counseling Session
Artigo publicado pela Biblical Counseling Coalition