Medo, preocupação, ansiedade: a importância de uma definição

Rob Green Definições são importantes. Esperamos que as pessoas utilizem as palavras de acordo com seu uso apropriado para que entendamos o que dizem. De modo geral, isso não é um problema. No entanto, nos encontros de aconselhamento, há algumas palavras que podem ser entendidas em mais de uma maneira. Como ilustração, usaremos os conceitos … Continuar lendo Medo, preocupação, ansiedade: a importância de uma definição

O privilégio divino de aconselhar

Steve Viars Noites atrás, enquanto um casal deixava o meu escritório, lembrei-me de quão grande privilégio é servir como conselheiro bíblico. Aquele casal viera de sua cidade até Lafayette porque desejava receber ajuda para lidar com um problema específico que pesava já há vários anos. Eles haviam se encontrado comigo várias semanas e, ao sair, … Continuar lendo O privilégio divino de aconselhar

Cara ou coroa e a autoestima

Susan Blake Frequentemente, encontro aconselhadas que, depois de me contar sua história, resumem seus problemas dizendo: "Tenho dificuldade para me amar" ou "Sei que meu problema é baixa autoestima" ou "Simplesmente não me sinto bem comigo mesma” ou alguma variação dessas afirmações. Dito isso, elas me olham com expectativa, esperando que eu pegue a bola … Continuar lendo Cara ou coroa e a autoestima

Aconselhando um mentiroso: verdades do evangelho para o mentiroso (parte 4)

Joshua M. Greiner Na parte 1 da série “Aconselhando um mentiroso”, examinamos a metáfora do solo aplicada às escolhas do mentiroso. Na parte 2, discutimos a respeito dos desejos que controlam o do coração e levam alguém a mentir. Ao fazermos isso, começamos a ver o que está acontecendo por trás da ação de mentir para que seja … Continuar lendo Aconselhando um mentiroso: verdades do evangelho para o mentiroso (parte 4)

Aconselhando um mentiroso: como lidar com um mentiroso (parte 3)

Joshua M. Greiner Na parte 1  da série "Aconselhando um mentiroso", examinamos a metáfora do solo aplicada às escolhas do mentiroso. Na parte 2, discutimos a respeito dos desejos que controlam o do coração e levam alguém a mentir. Ao fazermos isso, começamos a ver o que está acontecendo por trás da ação de mentir … Continuar lendo Aconselhando um mentiroso: como lidar com um mentiroso (parte 3)

Aconselhando um mentiroso: os desejos do coração (parte 2)

Joshua M. Greiner Na parte 1 desta série, examinamos a metáfora do solo aplicada a uma pessoa que escolhe mentir. Assim como uma árvore precisa da mistura certa de elementos em seu solo para que ela possa crescer e florescer, o mesmo acontece com o coração. Nosso coração necessita de um solo corretamente adubado para … Continuar lendo Aconselhando um mentiroso: os desejos do coração (parte 2)

Aconselhando um mentiroso: o coração de uma mentira (parte 1)

Joshua M. Greiner Nós todos já fizemos isso. Estávamos em um beco sem saída, não víamos nenhum escape. Consideramos todas as opções que tínhamos à nossa disposição, e escolhemos o caminho fácil. Nós mentimos. Acalmamos a nós mesmos com uma variedade de afirmações para aquietar nossa consciência: “Eles não entenderiam”, “Foi necessário naquele momento”, “Eu não … Continuar lendo Aconselhando um mentiroso: o coração de uma mentira (parte 1)

Seja pronto para ouvir: seus aconselhados são indivíduos

Rob Green O treinamento em aconselhamento bíblico, como muitos outros treinamentos, concentra muitas vezes a atenção nos assuntos. Isso significa que temos uma aula ou uma conferência sobre depressão, solução de conflitos, ansiedade ou como lidar com os filhos adolescentes. De fato, é algo muito útil. Afinal, aprender mais sobre como aconselhar diante de um problema específico … Continuar lendo Seja pronto para ouvir: seus aconselhados são indivíduos

Devo perdoar a Deus?

Gail McGinty Você já sentiu que Deus não cuidou de você e o resultado foi que você ficou completamente arrasado? Você já fez aquela velha pergunta: "Por que, Deus?". Na realidade, esse não é um dilema humano raro. Como conselheiros bíblicos, encontramos repetidamente pessoas que passaram pelo sofrimento e levantam essa pergunta dolorosa no aconselhamento. Como … Continuar lendo Devo perdoar a Deus?

O que eu esperava?

Beverly Moore Acredito ser alguém bastante normal no que diz respeito à paciência. Não sou uma pessoa que se deixa dominar rapidamente pela impaciência, mas me dei conta de que, às vezes, não sou tão paciente e perseverante como o Senhor quer que eu seja nos aconselhamentos. Recentemente, conversando durante o almoço com alguns colegas conselheiros, … Continuar lendo O que eu esperava?